IPCA 2021: Inflação oficial do último ano atingiu os 10,06%

 In Artigos, Notícias Selecionadas

Na manhã desta terça-feira dia 11 o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), divulgou o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Para 2021 de acordo com analista era esperado alta de 0,65% em dezembro, e de 9,97% no ano, porém a inflação oficial de 2021 atingiu os 10,06%, o maior em seis anos bem acima do teto da meta estabelecida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), de 5,25%.

Imagem por @rafapress / freepik

IPCA 2021 mês a mês

A coleta de dados se inicia no último dia útil do mês anterior e segue até o penúltimo dia útil do mês que está sendo analisado. Observe abaixo a inflação mês a mês do ano de 2021,

INPC 2021

O INPC é um índice calculado mensalmente pelo IBGE para medir a variação de preços de uma cesta de produtos e serviços consumidos pelas famílias com rendimento médio mensal de 1 a 5 salários mínimos.

Em 2021, o INPC fechou o ano com alta de 10,16%, acima dos 5,45% registrados em 2020.

Mercadorias que registram os maiores aumentos nos preços:

  • Etanol: 62,23%
  • Café Moído: 50,24%
  • Mandioca: 48,08%
  • Açúcar refinado: 47,87%
  • Gasolina: 47,49%
  • Óleo diesel: 46,04%
  • Pimentão: 39,16%
  • Açúcar cristal: 37,55%
  • Mudança: 37,09%
  • Gás de botijão: 36,99%
  • Mamão: 36,01%

Em 2021, o Índice de Preços teve uma média de 125,7 pontos, alta de 27,6 pontos (28,1%) acima do ano anterior, com todos os subíndices apresentando uma média maior do que em 2020.

De acordo com a FAO “No entanto, os preços do milho foram mais firmes, sustentados pela forte demanda e preocupações com a persistência do clima seco no Brasil”.

A safra da cana de açúcar puxou os preços do etanol (62,23%) e por causa do transporte o preço dos combustíveis acabam refletindo nos outros produtos como no açúcar refinado (47,87%) e o preço do café (50,24%). Os combustíveis ficaram, em média, 49,02% mais caros no último ano.

O gás de cozinho  teve o preço aumentado em 36,99% e o gás encanado 28,49%, outro setor que foi fortemente atingido pela seca foi o de energia elétrica o que fez a conta subir 21,21%  em 2021.

Fonte: Jornal Contábil .

Start typing and press Enter to search