Bitcoin é cada vez mais popular entre os jovens

 In Artigos, Notícias Selecionadas

A Bitcoin voltou a entrar no radar de milhares de investidores no início de 2020, depois de crescer mais de 30% em pouco mais de um mês. A principal criptomoeda, que já tem mais de uma década, é especialmente procurada entre os investidores mais novos.

Já é mais popular até mesmo do que empresas como a Microsoft, a Netflix ou a Alibaba. Os Millennials (18-35 anos) preferem investir em Bitcoin do que em algumas das empresas mais populares do mundo. Os dados fazem parte do último relatório da gestora de investimentos Charles Schwab.

O Grayscale Bitcoin Trust (GBTC), que é um produto de investimento em Bitcoin, representa 1,84% dos ativos geridos pela Charles Schwab, à frente de algumas das maiores empresas do mundo. O mesmo não acontece com a Gen X e com os Baby Boomers, gerações em que a Bitcoin ainda não entra para o Top das opções de investimento.

Fonte: Charles Schwab

Mas esses não são os únicos dados que comprovam o interesse crescente dos jovens na Bitcoin. Nate Geraci, Presidente da ETF Store, empresa especializada em consultoria financeira, revelou recentemente que 90% dos Millennials registados na plataforma preferem investir em Bitcoin do que em ouro.

Jovens brasileiros também interessados em criptomoedas

Essa tendência é confirmada por um trabalho acadêmico sobre o perfil do investidor brasileiro em criptomoedas. A maioria é de jovens, sendo que a média de idade dos investidores brasileiros em criptomoedas é de 28 anos. Aproximadamente 57% dos investidores têm entre 20 e 30 anos. Apenas 10% têm mais de 41 anos.

A pesquisa, feita em 2018 para um trabalho do curso de Administração de Empresas da Fundação Getulio Vargas (FGV), mostra ainda que 69,7% dos investidores possuem uma renda mensal individual de até R$ 5.000, e apenas 13,3% possuem renda mensal individual superior a R$ 10.001.

Mercado ideal para os mais jovens?

Como o próprio estudo anterior indica, as criptomoedas acabaram por democratizar de alguma forma o acesso a investimentos, sendo que é mais favorável a investidores com rendas mensais mais baixas.

Com a crescente popularidade das criptomoedas, um mercado que já vale mais de 200 bilhões de Dólares, é natural que muitos vejam o potencial dessa indústria para investimentos. Recentemente, o bilionário Tim Draper defendeu que investir em criptomoedas é cada vez mais importante para os Millennials.

Em entrevista à FOX Business, questionado sobre qual a solução de investimento para gerações mais novas, argumentou que a Bitcoin e as criptomoedas são uma oportunidade para os mais novos começarem a construir um “império em um novo modelo”, em oposição ao sistema bancário atual, que considera ser “antiquado”.

Fonte: Jornal Contábil .

Start typing and press Enter to search